Páginas

[Resenha] Um caso perdido - Collen Hoover


Título: Um caso perdido.
Autor (a): Collen Hoover.
Editora: Galera Record.

Sinopse: Sky cataloga garotos como sabores de sorvete. Alguns são baunilha, outros um pouco mais ousados. Mas nenhum a empolga. Em seu último ano de escola, conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente.

cd
Resenha
ba

 Sky não possui a vida de uma adolescente normal.
 Aos 17 anos, ela não tem televisão em casa, não tem celular, nunca foi para a escol e nem sabe o que é netflix. Mas agora prestes a fazer 18 anos, Sky conseguiu convencer sua mãe, Karen, a deixá-la freqüentar a escola, pelo menos para que ela saiba o que a espera quando for para a faculdade. E é aí que tudo muda.
 A melhor amiga de Sky, Six, que sempre esteve por perto nos últimos anos, seja para compartilhar história de garotos ou um pote de sorvete, não vai estar por perto para acompanhá-la. Sky nunca imaginaria que mesmo sem ir ao colégio ela já tinha uma fama nele. Interessante, não? Seu “boas vindas” ser uma armário repleto de bilhetes que a chamam de vagabunda para baixo, o que para Sky se tornou motivo de riso, principalmente quando notas de dinheiro passaram a fazer parte do pacote na intenção de chamá-la de prostituta.
 Apesar de se relacionar com diversos garotos, Sky não consegue sentir nenhum tipo de atração sexual por nenhum deles. Os rapazes que passam por seu quarto são apenas um passatempo, do qual ela consegue desligar sua mente do mundo ao ficar contando as estrelas que estão coladas em seu teto. Nenhum deles nunca conseguiu ultrapassar as barreiras de seu coração e mesmo que muitas pessoas pensem ao contrário, nem as barreiras de suas roupas.
Tudo isso era a realidade de Sky até que surgi Holder. Quando Sky vê esse garoto que deixa o cabelo caído em cima dos olhos azuis, ela não consegue explicar os sinais estranhos dados por seu corpo, e por isso atribuí tudo a alguma espécie de vírus que faz seu estômago revirar e a temperatura de ser corpo subir. Afinal, o que mais poderia ser?


"Odeio o fato de existirem tantos lados dele que não compreendo, e nem sei se quero continuar tentando entendê-los. Há partes dele que amo, partes que odeio, partes que me apavoram e partes que me impressionam. Mas há uma parte dele que só me decepciona... e com certeza essa é a mais difícil de aceitar."

 Holder não consegue entender. A garota nova faz com que ele se lembre de uma determinada pessoa, mas não pode ser... Pode?
 Uma ligação é estabelecida, e a partir daí as reações de Sky não se limitam apenas às físicas. Ao deixar Holder entrar em sua vida, sua mente passa a se desdobrar em uma série de sonhos e pesadelos que para ela não fazem sentido.


"Não consigo deixar de lado a impressão de que talvez o que nós temos seja bom demais, certo demais e perfeito demais, e assim fico pensando em todos os livros que li e em como, quando as coisas ficam bonitas demais, certas demais e perfeitas demais, é só porque alguma reviravolta horrorosa ainda não se infiltrou na situação"

 Agora que a história começou, Holder e Sky vão precisar segurar um no outro para superar seus altos e baixos além de suportar as portas do passado que ameaçam serem destrancadas.


"Não estou de coração partido e ainda não derramei uma lágrima sequer por causa de toda essa situação. Não consigo ficar de coração partido porque, por sorte, ainda não tinha dado a ele essa parte de mim. Mas não sou orgulhosa demais para admitir que estou um pouco triste com tudo isso, e sei que vou precisar de um tempo porque eu gostava muito, muito dele. Resumindo, estou bem. Um pouco triste e imensamente confusa, mas bem."

 Uma história emocionante e envolvente, que mesmo depois de ler a última página, continua viva em sua mente.
 Um amor entre dois jovens que lembra uma rosa: Bela, mas cheia de espinhos.
 A pergunta que ficou comigo foi: Como algo pode ser tão intensamente bonito e cruel ao mesmo tempo?

 Você vai querer chorar, gritar, rir e no final vai se perguntar como seu coração ainda continua batendo.´
 Deixo aqui um dos meus quotes favoritos:

"Os acontecimentos da vida de uma pessoa estão todos aglomerados um minuto após o outro, sem nenhum intervalo de tempo, páginas em branco ou pausas de capítulos, porque não importa o que aconteça, a vida simplesmente continua, segue em frente, as palavras são ditas, e as verdades sempre surgem, quer você queira ou não, e a vida nunca deixa você fazer uma pausa apenas para recuperar a porra do fôlego."
 Holder e Sky são um exemplo. "Apenas" isso.

"Eu gamo você, Sky. Gamo tanto você." <3

 A autora escreveu também o livro na visão do Holder, que promete ser tão bom quanto:


8 comentários :

  1. Olha tenho que confessar que amei a sua resenha, até porque ficou muito bem explicado e estou curiosa por demais para ler o segundo, mas ainda não tive chance de fazer a compra, porque estou um pouco sem dinheiro e querendo também controlar um pouco sabe? Mas é complicado quando se quer tanto um livro na estante, mas mesmo assim estou tentando me segurar hahahahaa
    Mas eu gostei bastante da sua resenha e o SEM ESPERANÇA deve ser maravilhoso e vai ser mais vendido agora que a autora vem para BIENAL DO RJ, mas sinceramente? Eu nem vou perder meu tempo indo ver ela, porque vai ser uma zueira igual foi com a Cassandra Clare na Bienal de SP. Mas enfim...

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/04/resenha-o-caso-pedrinho.html

    ResponderExcluir
  2. Oi Silvana!
    Que bom que gostou! Meu maior desafio foi fazer uma resenha sem spoiler, porque esse livro cada detalhe parece revelar mais do que deveria.
    Então, sobre a vinda da autora, eu estou empolgada, e aqui no RJ o local onde ocorre a Bienal é bem maior do que o local de SP. Eu sinceramente fui na de SP e fiquei decepcionada com a falta de organização e variedades, mas não sei... Até setembro vamos ver.
    Obrigada pela visita!

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Sua resenha conseguiu instigar mais curiosidade em mim sobre esse livro que faz algum tempo que tenho na minha wishlist! E quero lê-lo ainda mais agora.

    Beijos,
    Miss Sorrisos Blog
    Twitter|Wattpad


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Manu!
      Que bom que gostou! Meu objetivo foi criar uma resenha sem spoilers, porque infelizmente, a maioria das que eu li antes de pegar o livro para iniciar a leitura, tiveram algum. :/
      Obrigada pela visita, e amei o seu blog!

      Excluir
  4. eu estou extremamente curiosa para ler esse livro, e não comprei esses dias sabe-se lá porque. Já vai entrar pra lista de prioridades. Espero gostar desse livro tanto quando a maioria das pessoas.

    Beijos, Gabi
    www.reinodaloucura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabi!
      Já que você não comprou, por que não participar da promoção que está tendo aqui no blog para ganhar o seu? Vai ver foi um sinal.
      AHAUAHUAHAUHAUAH
      O link é esse aqui: https://www.facebook.com/Blogentrevirgulas?ref=ts&fref=ts
      Caso vá participar do sorteio, boa sorte e obrigada pela visita!

      Excluir
  5. Olá!

    Eu tinha até visto a capa desse livro e tal, mas, nunca imaginei que a história fosse assim!

    Eu até li umas resenhas sobre o segundo e achei legal. Mas, nem fui me ligar em comprar e tal.

    Agora, fiquei super louca, ansiosa desesperada por esse livro! E também, morrendo de medo de lê-lo! Hahaha Você me deixou meio com vontade de ler x medo de ler e sofrer demais, com essa frase:
    "Você vai querer chorar, gritar, rir e no final vai se perguntar como seu coração ainda continua batendo."

    Uau, só posso dizer isso! Sua resenha ficou maravilhosa! Parabéns! E olha, é difícil eu elogiar alguma resenha. Poucas me agradam.

    Beijos e até! :*

    http://dreams-books-love.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lorrane!
      Olha, esse foi sem dúvida um dos livros mais intensos que eu já li. Faz igual aquela frase "E se der medo, vá com medo mesmo", porque você não pode deixar de conhecer esse casal. Sério.
      Obrigada pela visita!

      Beijos!

      Excluir

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos